Noticias

Deputada busca solução para vale alimentação dos terceirizados da Câmara

 

A deputada Erika Kokay esteve reunida hoje com cerca de 30 terceirizados que trabalham com as obras da Câmara dos Deputados, para discutir a equiparação do vale alimentação com o valor mais alto pago aos terceirizados da instituição. Erika esteve acompanhada da presidente da ASTECON, Valdívia Martins, que foi procurar a deputada com a demanda dos trabalhadores no início do ano.

Os terceirizados da obra recebem hoje um vale alimentação de R$ 535, enquanto os trabalhadores e trabalhadoras da limpeza tem um benefício de R$ 690, que será reajustado em 2018 para R$ 724. A deputada e a ASTECON estarão reunidas no início de fevereiro com a Diretoria Geral da Câmara para discutir a equiparação salarial de todos os terceirizados com os trabalhadores (a) da limpeza.

 

Além dos profissionais que realizam obras na Câmara, os (a) trabalhadores (a) da hidráulica, marcenaria, informática, profissionais de comunicação da TV Câmara, entre outro, também recebem um vale alimentação inferior a R$ 690. A ASTECON e a deputada irão pleitear um valor igual para que todos os terceirizados recebam um benefício de mesmo valor.